[Review] Amplificador Valvulado Pedrone Pegasus 18+

Pedrone Pegasus 18+ fornece 3 versões famosas de timbres e voicing british (Plexi, JCM e AFD), num amplificador pequeno, versátil e cheio de recursos.

 

Versão atual do amplificador valvulado Pedrone Pegasus 18+ . Recursos incríveis em um tamanho compacto. Os 18W mais altos que você já ouviu!

Pedrone Pegasus 18+ . Plexi, JCM e AFD em um tamanho compacto e cheio de recursos.

Introdução ao Pedrone Pegasus 18+

Quando pensamos em Marshall logo o som nos remete a válvulas EL34… shhhhhhhhh… opa!!! EL34???

Mas o Pegasus 18+ tem EL84!!!

Exatamente.

Isso me preocupou quando fiquei sabendo das 2 válvulas EL84 no power… mas quando liguei o amplificador essa impressão de que o amp não atingiria o objetivo foi embora. O amp conta com 4 válvulas 12ax7wa no pré, bivolt (127/220 volts), footswitch, loop valvulado com buffer e possibilidade de customização do revestimento (courvin) – pesa em torno de 10kg.

 

O timbre (voicing) do Pedrone Pegasus 18+

O Pedrone conseguiu inserir a sonoridade Plexi, JCM e AFD em um único amplificador. E como mostrado no vídeo, o som do amp chegou lá.

Pude testar o amplificador a exaustão, quase 2 semanas ligando o amplificador diariamente e tocando muito com ele.

O controle de volume do Plexi responde bem, depois da metade começa a “crunchar” e antes mantém um timbre clean. Consegui a sonoridade clássica do AC/DC sem muito esforço neste modo.

O modo JCM começa mais nervoso mesmo com o ganho mais baixo e chega no ganho de um JCM saturado, foi o canal que eu mais gostei para rock e hard rock.

O modo AFD tem bastante ganho, é mais comprimido sem perder a dinâmica e clareza do som. Neste modo consegui ir de uma sonoridade hard rock, passando por Guns N´Roses, Iron Maiden, Metallica, Nickelback…

Todos os modos aceitaram muito bem pedal de overdrive, delay e wah-wah. O loop não degradou o sinal em momento algum do teste, tudo soou muito bem.

O tone stack respondeu bem em todas as regulagens utilizadas – eu sempre faço um teste com tudo no mínimo, flat e no máximo antes de regular a meu gosto para tocar e não percebi nada que desabonesse a sonoridade do Pegasus 18+.

O controle power ainda permite que o amp seja usado em volumes baixíssimos (bedroom level), claro, isso degrada um pouco o timbre pois os falantes não excitam o suficiente para timbrar bem (deixando claro que não muda o voicing do amp) – este recurso permite que o amp possa ser usado para estudo sem incomodar os vizinhos.

A parte do acabamento do amp é uma obra a parte, além do courvin sem nenhuma dobra, a alça de couro e a placa com o nome Pegasus 18+ “vazado” atrás do amp protegendo as válvulas deu um toque especial ao trabalho.

 

Assista ao video-review do Pedrone Pegasus 18+:

Agende uma visita para testar o amplificador Pedrone Pegasus. Você também pode comprar o amplificador AQUI!

 

Um abraço e até o próximo review

 

Christian Castro

Christian Castro