• Home »
  • Dicas »
  • [Guia de Sobrevivência] Alto-Falantes: Guitarra – Introdução – Parte 1

[Guia de Sobrevivência] Alto-Falantes: Guitarra – Introdução – Parte 1

O guia definitivo para iniciantes e iniciados no tema

Por Elvis Almeida
e Christian Castro

Alto-falante de guitarra - guia de sobrevivencia - como funciona?Introdução

Esta série de artigos, é uma atualização de um texto que produzimos para o grupo “Amplificadores Valvulados S.A.” do Facebook. Originariamente, a necessidade de escrever sobre o tema foi decorrente do fato de que, frequentemente, muitos guitarristas nos perguntam “quais os melhores falantes?”, “quais alto-falantes comprar?”… etc.

 

A primeira  pergunta é impossível de ser respondida. Primeiro, porque cada amplificador irá necessitar de certas características para que haja o casamento ideal de impedância, potência… etc, como iremos especificar.

 

Segundo, por que além do casamento, que pode variar um pouco devido à tolerância tanto de amplificador como do falante, existem inúmeras características que individualizam cada um. Assim, por exemplo, a curva de resposta às frequências é importante para verificar o voicing do falante. Isto mesmo, cada alto-falante tem sua própria voz!

 

Feitas estas considerações, passaremos a analisar cada um dos tópicos que possam ter interferência no timbre de sua guitarra, bem como o funcionamento adequado do conjunto: amplificador + alto-falante. Com os conhecimentos básicos transmitidos na série, você descobrirá qual falante é o “melhor” para você e seu estilo, evitando que desperdice dinheiro comprando equipamentos que não correspondem às suas expectativas.

 

O que é um alto-falante?

Tecnicamente é da família dos transdutores eletroacústicos.

 

Seu funcionamento é transformar os pulsos elétricos vindos do power em energia mecânica, realizando movimentos no ar a fim de reproduzir a onda sonora de sua guitarra, devidamente acrescida dos harmônicos, overdrive e efeitos.

 

Suas características são vitais para um timbre. Não adianta muito ter amplificadores, guitarras e efeitos top de linha, sem um falante que “case” direitinho tanto tecnicamente, quando ao seu tipo de som.

 

Tipos de falantes

Os falantes classificam-se em sub-woofers, woofers, drivers/tweeters. Sub-woofers são destinados para frequências graves e gravíssimas. Os woofers para médios. Os drivers/tweeters para agudos e agudíssimos.

 

Para nós guitarristas, só nos interessa os woofers. Desde os primeiros amplificadores a guitarra possui a “voz dos woofers”. A utilização de outros falantes irá cortar frequências importantes da guitarra e valorizar outras que não nos interessam, como as frequências muito altas ou muito baixas.

 

No próximo artigo iremos abordar as partes e componentes dos falantes. Abraço e até lá!